© 2017 Todos os direitos reservados. edjastos.com.br

Cientistas descobriram como transformar gordura "ruim" em gordura "boa"

19.09.2017

Entenda mais sobre o assunto

 

 

 

Todas as pessoas que precisam  reduzir gordura corporal as pesquisas mostram que é possivel! Os cientistas do Centro de Ciências da Saúde da Escola de Medicina da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, conseguiram descobrir como é que se faz para transformar gordura ruim em gordura boa, melhorando o metabolismo e potencializando a queima de calorias indesejadas. Com certeza esse é um enorme avanço quando o tema é emagrecimento.

 

Atenção a essas letrinhas GRB10 essa é a proteína responsável  pela conversão de gorduras ruins em gorduras boas . Ela funciona como um interruptor para o caminho mTORC1, que é quem controla essa conversão de gorduras. Com o frio, a GRB10 é estimulada e o corpo passa a queimar mais energia. Consequentemente, o tecido adiposo que causa obesidade e diabetes tipo 2 é reduzido .

 

Entendendo melhor como funciona a gordura

 

As gorduras (são conhecidas como tecidos adiposos) são importantes reguladoras do metabolismo. No  corpo, existem dois tipos delas: a branca e a marrom. A mais perigosa é a branca. Ela é que faz engordar e pode até causar doenças metabólicas sérias, entre outras complicações .

Quando comemos, o nosso corpo a armazena o excesso de energia na forma de gordura branca. Essa gordura necessita ser eliminada para manter o peso saudável e prevenir problemas de saúde.

A descoberta de como  transformar essa gordura na do tipo marrom é de grande valia para que possamos acelerar o metabolismo e emagrecer.

 

Essa liberação de gordura ruim tem elevado poder para o tratamento da obesidade e doenças relacionadas. O Dr. Feng Liu, autor do estudo, afirma que o caminho mTORC1 também está ligado ao envelhecimento, doenças cardiovasculares e câncer. Portanto, tudo isso também é útil para a pesquisa de outros campos.

 

O PEB Processo de emagrecimento Bioortomolecular é parte integral da formação presencial da Terapia Bioortomolecular.

www.bioortomolecular.com

 

Entenda mais sobre o tema no link abaixo

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Please reload